O Programa de prevenção de Acidentes GT CIPA POLO apresenta uma série de dicas para os pedestres dos nossos especialistas em segurança no trânsito.

Seguem algumas informações fundamentais para a segurança dos pedestres:

– Quando andar sobre a calçada, na ausência desta, ande o mais próximo possível do acostamento, sempre no sentido contrário ao da circulação dos veículos;

– Ao caminhar em companhia de crianças, coloque esta no lado interior da calçada. Quando não houver calçada, mantenha a criança do lado interno do acostamento. Sempre segurando-a pelo braço. Evite segurar na ponta dos dedos;

– É terminantemente proibido brincadeiras no leito das vias, ou então andar e/ou permanecer em grupos no meio destas;


POLITRAUMATISMOS EM ACIDENTES COM PEDESTRES

Existem três tempos de impactos com os pedestres nos atropelamentos:

VEÍCULO CONTRA AS PERNAS DA VÍTIMA

VÍTIMA CONTRA O CAPÔ 

VÍTIMA CONTRA O SOLO

Dentre estes três momentos, o mais intenso (causador de lesões graves) é o 1° e 3º tempo, onde o veículo atinge (mesmo que desacelerando) os membros inferiores e a bacia. Logo depois, a vítima atinge o solo – é quando ocorrem os traumatismos cranianos. Por isso, os atropelamentos é um dos piores tipos de acidentes com vítimas.

Ao atravessar uma rua ou uma avenida, tome os seguintes cuidados:

– Sempre que possível atravesse na faixa de pedestres. Caso não haja faixa de travessia, atravesse próximo a sinalização semafórica, se houver;

– Evite utilizar fones de ouvidos nos momentos de travessia, ou baixe o volume do som para que você esteja mais atento;

– Atravesse a via andando calmamente. Evite correr, pois poderá tropeçar e cair. Caso não seja possível concluir a travessia, evite voltar. Pois a tendência do condutor é desviar para o lado contrário ao que você se desloca;

– Onde não houver semáforo, procure atravessar próximo ao cruzamento, o mais perto possível da esquina, preferencialmente utilize a faixa de pedestre, quando houver;

– Se não houver sinalização semafórica nem faixa de pedestre, procure atravessar a via em linha reta, evite atravessar a via diagonalmente, assim se leva mais tempo realizando a travessia;

– Antes de atravessar olhe para os dois lados, nessa sequência: para esquerda, depois para a direita e logo em seguida, para a esquerda novamente. Só atravesse com plena certeza da segurança na travessia;

– Nunca atravesse a via saindo rapidamente por trás ou pela frente de um veículo estacionado. Isto confunde os outros condutores, pois o pedestre fica oculto na via;

– Evite cruzar ou atravessar as vias sobre pontes, viadutos, túneis, aclives ou declives (ladeiras), exceto onde houver permissão;

– Ao utilizar o transporte coletivo, somente embarque ou desembarque do veículo quando este estiver totalmente parado;

– Ao descer do ônibus, nunca atravesse a via por trás ou pela frente deste, pois os demais motoristas poderão não perceber sua travessia na via, aguarde o ônibus sair, então atravesse com segurança;

– Ao caminhar nas vias conduzindo animais, redobre a atenção e observe o comportamento do animal. Procure sempre mantê-lo sob o seu controle, segurando-o com cordas ou correntes apropriadas;

– Em dias chuvosos use sempre roupas claras e dê atenção diferenciada a seu calçado, pois a pista se torna escorregadia e um calçado inadequado poderá contribuir para um acidente;

– Nunca permita que crianças abaixo de sete anos andem sozinhas pelas vias terrestres. De modo similar não permita que pessoas com alguma deficiência física ou psicológica, que comprometa sua segurança no trânsito, andem sozinhas pelas vias terrestres.

Deixe uma resposta