Já sabemos que o Maio Amarelo é o Movimento de conscientização para o trânsito mais importante do nosso país atualmente. Todos os anos o Programa de Prevenção de Acidentes de Trânsito GT CIPA POLO dissemina e divulga as Campanhas para todos os colaboradores do Polo Industrial de Camaçari e a sociedade. O tema da Campanha deste ano é:

Assista ao vídeo sobre celular no trânsito:

A campanha do Movimento Maio Amarelo deste ano foi criada pela agência F&Q Brasil e é um alerta para que todos escolham as melhores posturas no trânsito. O tema “MINHA ESCOLHA FAZ A DIFERENÇA” foi definido em janeiro de 2017 pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) com a Resolução 654. É um estímulo de conscientização para todos os tipos de condutores: caminhoneiros, motoristas de ônibus, condutores de automóveis, motociclistas, ciclistas e inclusive pedestres.

O objetivo é ressaltar que os acidentes são, na verdade, resultado de escolhas certas ou erradas que tomamos. O material publicitário produzido mostra, por exemplo, que o uso do celular ao volante; o beber e dirigir; o não uso do cinto de segurança; do assento errado para transportar crianças; o não respeito ao limite de velocidade estabelecido; o não uso do capacete para os motociclistas, são escolhas de cada condutor e que poderão lhes trazer consequências desastrosas, reforçando o conceito de que não há acidente e sim a escolha inadequada.

O que dizem os organizadores do Movimento

O Diretor-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), José Aurélio Ramalho, destaca a importância da conscientização de que acidentes de trânsito não decorrem do acaso e sim das escolhas que milhares de condutores de veículos fazem a cada momento. Baseado em indicadores dando conta que 90% dos acidentes têm como motivação as falhas humanas como imperícia, imprudência, desatenção, ressalta que a conscientização de que somos os responsáveis pelos nossos atos também no trânsito, contida na frase tema do Maio Amarelo, é um dos caminhos para a reversão do triste cenário não só do Brasil, mas de todo o mundo. Além do assustador quadro de mortos, feridos graves e de pessoas que passam a adquirir sequelas permanentes, os acidentes de trânsito no Brasil, lembra Ramalho, representam um custo anual de R$ 56 bilhões, que poderiam ser revertidos em investimentos para as áreas sociais.

Congresso Brasileiro da Associação Nacional de Detrans AND 2017

Salvador sediou o II Congresso Brasileiro de Trânsito da Associação Nacional de Detrans (AND) 2017. O evento ocorreu nos dias 26 e 27 de abril no Othon Palace Hotel. Na foto a baixo, seguem o Presidente da ONSV José Aurélio Ramalho (à esquerda) e Rodrigo Ramalho, Responsável técnico do Programa de Prevenção de Acidentes de Trânsito GT CIPA POLO (à direita) debatendo sobre a eficiência das campanhas de trânsito no Brasil. Na oportunidade o Movimento Maio Amarelo foi apresentado com as ações dos anos passados.

Nas atividades estiveram presentes grandes nomes, entre eles, Tito Lívio Pereira Queiroz e Silva, gerente de Regulação do Transporte Rodoviário e Multimodal de Cargas da Agência Nacional de Transportes Terrestres; Glória Guimarães, diretora-presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados; além de especialistas como Roberta Mantovani e Camila Dantas.  Outros nomes do cenário nacional também participaram das mesas-redondas, como membros de organizações da sociedade civil, especialistas em trânsito e também em tecnologia e sistemas digitais. Nesta edição o tema principal das discussões foi Tecnologia na Área de Trânsito e Cidades do Futuro.

Responsabilidade nas escolhas

Além do vídeo específico sobre celular, o Movimento Maio Amarelo ainda compilou esta outra peça com objetivo de mensagem e público mais abrangente. Confira:

Nesta nova empreitada para a mudança de comportamento o vídeo  resgata o senso de responsabilidade que devemos ter diante das nossas escolhas no trânsito. Sejam elas em coisas simples como a escolha do percurso que fazemos, ou até em decisões mais complexas como beber e dirigir, é fundamental a noção de que podemos interferir diretamente na vida de outras pessoas.

Todas as Unidades do Polo Industrial de Camaçari recebem um kit com material de conscientização rico em conteúdos e inspirações para a mudança de comportamento dos usuários do Sistema Viário do Polo. Os gestores de segurança adaptam e disseminam os conteúdos de acordo com a necessidade e a realidade da empresa.

Confira nossa última edição do Maio Amarelo 2016

Fontes: 
Associação Nacional de Detrans – AND
Observatório Nacional de Segurança Viária – ONSV